Reitoria da UFSC cancela aulas nesta segunda, dia 28 de maio

27/05/2018 15:20

A Reitoria da UFSC enviou comunicado à comunidade da UFSC, neste domingo, 27 de maio, informando que:

“Após ouvir os diretores de centros e pró-reitores, o reitor Ubaldo Cesar Balthazar decidiu pelo cancelamento temporário das aulas de graduação e pós-graduação da UFSC nesta segunda-feira. O funcionamento dos demais serviços da universidade dependerá de uma avaliação que será tirada na reunião de emergência nesta segunda, 28, às 8h30, na Sala dos Conselhos.

Na reunião serão avaliados os efeitos da paralisação e as condições de continuidade ou não do funcionamento da instituição, em função da continuidade do movimento de paralisação dos caminhoneiros e das repercussões nos serviços públicos e no abastecimento. Para o encontro, foram convocados Diretores de centros, pró-reitores e secretários.”

Último evento do Ciclo de debates “O golpe de 2016 e o futuro da democracia no Brasil”

15/05/2018 10:05

Ocorre no dia 16 de maio, às 18h30, no auditório do CFH, com o tema “Velhas faces de um novo golpe”, o último evento do Ciclo de debates “O golpe de 2016 e o futuro da democracia no Brasil”. Estão programadas as palestras: “Universidade em tempo de crise: o fim do regime autoritário, a nova república e o golpe de 2016”, com Márnio Teixeira Pinto; “O golpe de 2016 e os direitos das mulheres, com Sonia Maluf; e “A ideologia da neutralidade ideológica”, com  Alessandro Pinzani.

Mais informações sobre a programação ao longo do semestre estão disponíveis no site do CFH

NAS VÉSPERAS DO GOLPE | Ciclo de Debates: “O Golpe de 2016 e o futuro da Democracia no Brasil”

#4 sessão do ciclo de cinema Cidades Rebeldes Instituto Arco-Iris

26/04/2018 12:25

Ocupações e intervenções urbanas na Travessa Radclife, 19h, 27 de Abril Entrada livre

Nesta sessão teremos uma dupla de filmes comentados por Andrea Aciolli (geógrafa urbana, PUC-Rio e UFF) + Luana Raiter e Pedro Bennaton (performers Erro Grupo, Florianópolis)

1. OcupaAção de Luciano Freitas / Lorenzo Lorenzo I. Bordonaro (2016, Brasil , 18’41”)
Registro do processo de construção e realização do projeto OcupAção, evento que combinou arte contemporânea e etnografia em uma ocupação urbana no centro de Aracaju, Sergipe em 28 de maio de 2016.2. Liberdade Ocupada, João Romão (2012, Portugal, 60’, versão em inglês)
A ocupação de edifícios abandonados tornou-se ilegal na Holanda em 2010. A origem deste modo particular de organizar a vida social e comunitária remonta aos anos 60 do século passado, quando o movimento “Provo” (uma abreviatura de “provocar”) mobilizou a juventude holandesa para a defesa de novos direitos. Este documentário mostra como estes colectivos desenvolvem formas de auto-organização, criam de redes para produção e partilha de actividades culturais e interagem com as comunidades em que se integram, discutindo as implicações que a proibição das ocupações terá sobre a vida em Amesterdão.