Minicurso “Etnografia na Antropologia e Apuração no Jornalismo: Tempos, Métodos e Experiências de Interpretação do Espaço Urbano”

01/11/2022 10:52

O Programa de Pós-Graduação em Antropologia Social da UFSC oferece nos dias 17, 18 e 25 de novembro, das 9 horas às 12 horas, o minicurso “Etnografia na Antropologia e Apuração no Jornalismo: Tempos, Métodos e Experiências de Interpretação do Espaço Urbano”. O minicurso, presencial e com uma saída de campo no centro de Florianópolis, é direcionado a antropólogos, jornalistas, geógrafos, historiadores, arquitetos e estudantes de graduação e de pós-graduação nessas áreas. O objetivo é apresentar métodos e experiências de interpretação do espaço urbano na perspectiva da Antropologia Urbana e do Jornalismo. A coordenação é da professora e doutora em Antropologia Social Viviane Vedana, com participação da jornalista e doutora em Jornalismo, Míriam Santini de Abreu, e da jornalista e mestre e doutoranda em Antropologia Social, Priscila Oliveira dos Anjos. O curso será na Sala 110 do Departamento de Antropologia da UFSC (1º andar do Bloco D do CFH). A inscrição é gratuita e pelo link abaixo até o dia 10 de novembro.

Acesse: https://docs.google.com/forms/d/1twJCBAmihOvKh6ai6qB_7Bs8cZWpkj21HOejpYCSJXE/edit

Programa
1-A etnografia na Antropologia – professora e doutora em Antropologia Social Viviane Vedana (docente no Programa de Pós-Graduação em Antropologia Social da UFSC)

2-A apuração no Jornalismo: jornalista e doutora em Jornalismo Míriam Santini de Abreu (http://lattes.cnpq.br/3973120550917998) e jornalista e mestre e doutoranda em Antropologia Social Priscila Oliveira dos Anjos (http://lattes.cnpq.br/1426370358944662)

3-Análise de trabalhos etnográficos e jornalísticos sobre a Avenida Hercílio Luz, no Centro de Florianópolis (SC)

4-Saída de campo (Avenida Hercílio Luz e entorno)

5-Avaliação de materiais produzidos na saída de campo

Certificado
Os inscritos que preencherem satisfatoriamente os quesitos frequência e aproveitamento terão direito a certificado pela UFSC

Referências bibliográficas:

ABREU, Míriam Santini de. A experiência urbana no jornalismo independente: entre conceitos e práticas. Cadernos Naui: Núcleo de Dinâmicas Urbanas e Patrimônio Cultural, Florianópolis, v. 11, n. 20, p. 30-49, janjun 2022. Semestral. Disponível em: https://repositorio.ufsc.br/bitstream/handle/123456789/235223/A%20experiencia%20urbana%20no%20jornalismo%20independente%20entre%20conceitos%20e%20pr%c3%a1ticas.pdf?sequence=1&isAllowed=y . Acesso em: 23/09/2022.

ANJOS, Priscila Oliveira dos. Próxima parada: Monte Serrat. O itinerário da recente história do Transporte Coletivo na comunidade mais populosa do Maciço do Morro da Cruz. Trabalho de conclusão de curso em Jornalismo. Universidade Federal de Santa Catarina. Florianópolis, 2017. Disponível em: https://repositorio.ufsc.br/bitstream/handle/123456789/164642/Site.pdf?sequence=1&isAllowed=y . Acesso em: 23/09/2022.

BALANÇO GERAL FLORIANÓPOLIS. Avenida Hercílio Luz resgata a história de Florianópolis. ND+. 11 Jul. 2019. Disponível em: https://ndmais.com.br/noticias/avenida-hercilio-luz-resgata-a-historia-de-florianopolis/. Acesso em: 23/09/2022.

CAMPOS, Rafael Alves de.; DONATO, Larissa. No caminho dos tigres: retrato de um rio e sua relevância como espaço público para a população negra de Florianópolis-SC. Conflitos e conquistas do passado e do presente. In: Jornadas Antropológicas do Programa de Pós-graduação em antropologia Social (PPGAS), Universidade Federal de Santa Catarina. Florianópolis, SC, 2019.

CULLETON, Billy. Um século da Avenida Hercílio Luz em imagens – Do Rio da Bulha à canalização e cobertura total. Portal Floripa Centro. 11 jul. 2019. Disponível em https://floripacentro.com.br/um-seculo-da-avenida-hercilio-luz-em-imagens-do-rio-da-bulha-a-canalizacao-e-cobertura-total/. Acesso em: 23/09/2022.

ECKERT, Cornelia e ROCHA, Ana Luiza Carvalho da. Etnografia de e na rua. estudo de antropologia urbana. In. ECKERT, Cornelia e ROCHA, Ana Luiza Carvalho da. Etnografia de rua: estudos de antropologia urbana. Porto Alegre: Editora da UFRGS, 2013. p. 21-46.

SCHMITZ, Paulo Clóvis. Avenida Hercílio Luz, o mundo peculiar do paredão. ND+. 31 mar. 2012. Disponível em: https://ndmais.com.br/noticias/avenida-hercilio-luz-o-mundo-peculiar-do-paredao/ Acesso em: 23/09/2022.

SCHMITZ, Paulo Clóvis. Ocupação da Hercílio Luz coloca moradores e frequentadores de bares em lados opostos. ND+. 24 fev. 2018. Disponível em: https://ndmais.com.br/noticias/ocupacao-da-hercilio-luz-coloca-moradores-e-frequentadores-de-bares-em-lados-opostos/ . Acesso em: 23/09/2022.

VEDANA, Viviane. Mercados de rua e ambiência de fruição estética: estudo de etnografia de rua. In. ECKERT, Cornelia e ROCHA, Ana Luiza Carvalho da. Etnografia de rua: estudos de antropologia urbana. Porto Alegre: Editora da UFRGS, 2013. p. 147-172.

Ciclo de palestras com o antropólogo peruano Rodolfo Sánchez Garrafa

27/09/2022 10:36

Os Programas de Pós-Graduação em Estudos da Tradução (PGET) e em Antropologia Social (PPGAS) e o INCT Brasil Plural (IBP) convidam para o ciclo de palestras com o antropólogo peruano Rodolfo Sánchez Garrafa (*):

“Políticas de interculturalidad, traducción y lenguas originarias”
Dia: 29/09/2022
Horário: 16h30
Local: Sala Hassis Bloco B/CCE

“La relación andino-amazónica en la cosmovisión andina más temprana”
Dia: 30/09/2022
Horário: 16h30
Local: Auditório Bloco E/CFH

“Muerte y Mundo Subterráneo en los Andes”
Dia: 03/10/2022
Horário: 18h
Local: Sala Hassis Bloco B/CCE

(*) RODOLFO SÁNCHEZ GARRAFA (Vilcabamba-Apurímac 1945). Graduado em Antropologia pela Universidade Nacional San Antonio Abad de Cuzco, Mestre em Antropologia pela Pontifícia Universidade Católica do Peru, Doutor em Ciências Sociais pela Universidade Nacional de San Marcos. Docência na Unidade de Pós-Graduação da Faculdade de Ciências Sociais da UNMSM. Foi bolsista do Governo espanhol no INCIE de Madrid e do British Council em Londres. Representou o Peru na Conferência Mundial “Educação para Todos” em Jomtien-Tailândia. Foi distinguido como “Amauta do Eterno Peru” pela Associação “Capulí, Vallejo y su Tierra”. O Governo Regional de Apurimac conferiu a sua obra intelectual a distinção «José María Arguedas 2015». Recebeu a Medalha de Mérito Académico conferida pela Faculdade de Ciências da Universidade Nacional do Altiplano, UNA-Puno 2018. É Membro Acadêmico da Cátedra Internacional Antonio Cillóniz Da La Guerra. É consultor da Revista Intercultural Aymara Quechua “AQ”, membro do Comitê Editorial da “Revista Andina” (CBC), e membro fundador do Circulo Andino de Cultura – CIRCULANDINO.  Publicação livros (seleção): Amaru: Mito y realidad del hombre (1970), Wakas y apus de Pamparaqay (1999). Medicina Tradicional Andina (2009), Cosmos Moche (Edición Español-Inglés, 2012), Apus de los Cuatro Suyus (2014), Los Ayar. La refundación del centro del mundo (2020), Muerte y mundo subterráneo en los Andes (2022).

VI Encontro Mexicano-Brasileiro de Antropologia (VI EMBRA)

18/08/2022 09:34

O VI Encontro Mexicano-Brasileiro de Antropologia (VI EMBRA) será realizado na UFSC, Florianópolis, Brasil, de 5 a 8 de setembro de 2022 e reunirá antropólogas e antropólogos do Brasil e do México. As atividades do evento serão organizadas em torno do tema Antropologias México-Brasil: Compromisso político e epistemológico na descolonização do conhecimento. Acompanhe AQUI a programação.