Aluna do PPGAS apresenta livro “Prazer e risco nas práticas homoeróticas entre mulheres” na 30ª Reunião Brasileira de Antropologia

14/07/2016 08:47

livro jainaraA doutoranda do PPGAS, Jainara Oliveira, lançará o livro “Prazer e risco nas práticas homoeróticas entre mulheres” durante a 30ª Reunião Brasileira de Antropologia, no dia 4 de agosto, das 18h30 às 21h00, no Hall da Reitoria da Universidade Federal da Paraíba, em João Pessoa, Paraíba.
Lançado pela Coleção Ciências Sociais da Editora Appris, o livro já encontra disponível para pré-venda no site da editora.
 
Sobre a publicação: “O livro […] traz uma contribuição para o campo da antropologia da saúde, ao defender uma definição de risco ampliada em relação àquela da epidemiologia, que inclui, nas palavras da autora, ‘estilos de vida, visões de mundo, projetos individuais e coletivos e negociações cotidianas’. Nesse sentido, a análise de Jainara coloca-se na esteira de outros trabalhos que têm chamado a atenção para a polissemia da palavra risco e para a centralidade que essa categoria possui para compreender aspectos diversos das sociedades contemporâneas, especialmente no âmbito da saúde. […]. Há vários motivos para recomendar a leitura deste livro. Trata-se de um trabalho sobre mulheres que mantêm relações sexuais e de afeto com outras mulheres, recorte que ainda continua minoritário no crescente campo de estudos LGBT. São muito bem-vindas pesquisas que lançam luz sobre esse universo, mais ainda quando trazem à baila contextos pouco evidenciados na literatura sobre o assunto, neste caso, uma cidade de médio porte, situada na região Nordeste do Brasil” – Mónica Franch. 

(mais…)

Antropologia, Poder e Direitos Tradicionais: a CPI que investiga a FUNAIS e o INCRA

22/03/2016 14:20

O Programa de Pós-graduação em Antropologia Social (PPGAS/UFSC) está promovendo o Seminário Antropologia, Poder, e Direitos Tradicionais: A CPI que investiga a FUNAI e INCRAque se realizará no Auditório do CED (UFSC), nos dias 07 e 08 de abril de 2016. O Seminário faz parte programação inaugural do semestre 2016-1, denominada Antropologia, Poder, Conhecimentos e Direitos Tradicionais: Embates na academia e no Congresso Nacional, e visa abordar o conhecimento antropológico produzido na UFSC (Programação I – 14-17/03/2016), e os argumentos presentes na justificativa para instalação da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) que investiga a FUNAI e INCRA, em relação aos processos de regularização fundiária que realizam, respectivamente, para indígenas e comunidades remanescentes de quilombo (Programação II – 07-08/04/2016).

Antropologia, Poder e Direitos Tradicionais: a CPI que investiga a FUNAIS e o INCRA

Doutoranda do PPGAS lança livro no dia 17 de março

15/03/2016 17:52
dijinaandrade
–> No dia 17 de marco, a partir das 19h, na livraria catarinense do Shopping Beira Mar, em Florianópolis, a doutoranda em Antropologia Social pela UFSC, Díjna Torres lançará o livro “Mulher Nagô: liderança e parentesco no universo afro-brasileiro”, fruto de sua pesquisa de mestrado e que trata sobre liderança feminina e religiões afro-brasileiras.
A construção e as transformações do universo religioso afro-brasileiro são de uma diversidade e mistérios ímpares. Dentro dessa caixinha de segredos e surpresas que todo o escopo religioso apresenta, cabe destaque para a liderança e o papel da mulher na configuração da família e da casa de santo, sobretudo em um terreiro Nagô, considerado um dos mais antigos e tradicionais de Sergipe, além da análise da constituição dessa liderança enquanto mantenedora de uma tradição secular.

Mulher Nagô: liderança e parentesco no universo afro-brasileiro‘ traz uma rede de símbolos e relações estudadas, fazendo desta obra um instigante relato da história de tradição vivida e repassada através da ótica feminina.

 

De 14 a 17 de março: Reflexões antropológicas sobre conhecimentos indígenas: Diálogos com Stephen e Christine Hugh-Jones

08/03/2016 09:39

PROGRAMAÇÃO INAUGURAL PPGAS/UFSC – SEMESTRE 2016 -1

PROGRAMAÇÃO I – 14-17/03/2016

Clique no cartaz para ampliá-lo.

 

Reflexões antropológicas sobre conhecimentos indígenas:

Diálogos com Stephen e Christine Hugh-Jones

14 a 17/3/2016

Universidade Federal de Santa Catarina

 

14/3 (segunda-feira) – 18:30 h – Auditório do CFH

Abertura do evento: palestra de Stephen Hugh-Jones (Universidade de Cambridge)

A origem da noite – e por que o sol é chamado “folha de caraná”

Debatedora: Antonella Tassinari

 

15/3 – (terça-feira) – 14 h –  sala 110, Bloco D do CFH

Defesa de tese de Melissa Santana de Oliveira

Sobre casas, pessoas e conhecimentos: uma etnografia entre os Tukano Hausirõ e Ñahuri porã, do médio Rio Tiquié, Noroeste Amazônico

 

16/3 – (quarta feira)

10h – sala 110, Bloco D do CFH

Conversa com Christina Hugh-Jones: Conhecimentos femininos entre os Barasana: iniciando debates sobre gênero e etnologia indígena

Coordenação: Esther Jean Langdon

 

14 h – 16:30 h – Auditório do CFH

Mesa-Redonda: Redes de relações entre conhecimentos indígenas e esferas públicas

Marcela Coelho de Souza (UnB):Contradisciplinaridade: Indigenas na pós-gradução e os futuros da antropologia

Geraldo Andrello (UFSCar): Cultura ou parentesco? Uma narrativa sobre a história recente do Alto Rio Negro

Jean Langdon (UFSC): Xamanismo no contexto do Estado Colombiano

Debatedora: Antonella Tassinari

 

17 h – Auditório do CFH

Vídeo: La Selva Inflada: sobre os suicídios entre os adolescentes indígenas do Vaupes comentários de Stephen e Christine Hugh-Jones

 

17/3 – 17 h:(quinta-feira) – Auditório de CFH

Aula magna do PPGAS e Curso de Graduação em Antropologia

Stephen Hugh-Jones: Enfeites indígenas e mercadorias brancas: os resíduos na peneira

 

Apoio INCT: Brasil Plural/IBP, PPGAS e Núcleo de Estudos de Populações Indígenas

Ver Peixe – Ritmos e Panoramas na Pesca da Tainha: Exposição de fotografias e vídeos: até 31/3/16!

08/03/2016 08:22

Ver Peixe - Ritmos e Panoramas na Pesca da Tainha: Exposição de fotografias e vídeos

Exposição de fotografias e vídeos
Ver Peixe – Ritmos e Panoramas na Pesca da Tainha.

Local: Memorial do Ministério Público Federal em Santa Catarina
Período: de 4 a 31 de março de 2016, das 13h às 18h.

No dia 18 de março, entre 15h e 17h ocorrerá uma roda de conversa com pescadores, pesquisadores e agentes do Poder Público sobre a temporada da pesca da tainha, conhecimentos e práticas coletivas na orla da cidade.

Mais informações em http://verpeixe.tumblr.com

Pesquisa e Imagens:
Prof. Rafael Devos
Prof. Gabriel Coutinho Barbosa
Departamento de Antropologia – UFSC
Apoio: IBP / CNPq

Instruções de uso dos equipamentos da sala Silvio Coelho dos Santos (110) para defesas de ME/DO

18/02/2016 13:38

Em virtude dos cortes orçamentários e da Resolução Normativa nº 5/2010/CUn –  Alterada pela Resolução nº 54/2015/CUn, que permite mais de um membro externo participando por videoconferência, a Coordenação divulga as

INSTRUÇÕES DE USO DA SALA 110 PARA DEFESAS DO PPGAS

  • Seguir as instruções de uso dos equipamentos, afixadas na sala e visualizáveis neste link.
  • A sala 110 está equipada para a realização de defesas de mestrado e doutorado utilizando o Skype.
  • O computador existente na sala está configurado, com webcam, internet por cabo, tela de TV e equipamento de som, para conexão pelo Skype.
  • O/A candidato/a ou o/a orientador/a devem possuir previamente uma conta no Skype e o contato dos avaliadores no Skype.
  • Além do computador da sala, o PPGAS disponibiliza um notebook com webcam que pode ser conectado ao projetor LCD e ao equipamento de som da sala.
  • A sala está configurada conforme o esquema em anexo, no qual constam as instruções para ligar os equipamentos.
  • Devolver a sala com as mesmas configurações nos equipamentos.
  • Em caso de problemas, apoio técnico pode ser solicitado ao CFH via contato das Secretarias do Departamento ou do PPGAS.

Observação: A gestão da sala Silvio Coelho dos Santos é de responsabilidade do Departamento de Antropologia, a quem sua reserva e abertura devem ser solicitadas.